DIETA AOS TRÊS ANOS AFETA DESEMPENHO ESCOLAR DE CRIANÇAS

 

Estudo concluiu que “dieta na infância influencia desenvolvimento escolar”. As informações são de reportagem da Efe publicada pelo portal de notícias Folha Online e reproduzida pelo Portal CidadãoPG, da Secretaria Municipal de Educação de Praia Grande e pelo portal de notícias da Rádio 102 FM.

 

Este blog já havia comentado que junk food em gestantes pode prejudicar a saúde da criança. Agora é a alimentação de crianças de três anos que entra em jogo.

 

Leia o resumo e o texto integral do estudo (Dietary patterns related to attainment in school: the importance of early eating patterns), em inglês, no site da revista especializada “Journal of Epidemiology and Community Health“.

 

O estudo foi conduzido pelo Instituto da Educação da Universidade de Londres, pelo Departamento de Saúde e Política Pública da London School of Hygiene and Tropical Medicine e pelo Departamento de Medicina Social da Universidade de Bristol, no Reino Unido.

 

O estudo afirma que crianças de três anos de idade que consumiram alimentos altamente processados e/ou com alto teor de sal e açúcar mostraram um rendimento 10% menor na escola num período posterior, quando tinham entre seis e dez anos de idade. Por outro lado, uma dieta infantil inadequada em idades posteriores pareceu não afetar o rendimento escolar.

 

Leia um press release sobre o estudo, em inglês, no site da Universidade de Bristol. Segundo o press release, o rendimento escolar de crianças que recebem alimentos inadequados poderia sofrer influência de outros fatores, como baixa renda familiar e más condições de criação.

 

No entanto, a pesquisa foi baseada em dados do estudo “Children of the 90s (ALSPAC)”, que acompanhou o desenvolvimento de 14 mil crianças desde o nascimento e é tão detalhado que ajustou as estatísticas para considerar esses fatores, e a associação entre dieta inadequada e baixo rendimento escolar permaneceu válida.

 

O doutor Pauline Emmett, do estudo “Children of the 90s”, afirmou à reportagem que “estamos certos de que esta é uma associação robusta. Ela indica que padrões alimentares em estágios iniciais da infância possuem efeitos que persistem com o passar do tempo, independentes de mudanças posteriores na dieta”.

 

Emmett conclui afirmando que “é muito importante que a criança receba uma dieta equilibrada para conseguir tirar o melhor da educação”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: